Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

A primeira sexta-feira

Depois de fazer xixi duas vezes na minha casinha, a Vovó fez uma almofada nova para mim. =]
Eu não deveria nem queria escrever isso. Mas não posso ignorar um desejo de escrever, ele fica martelando na minha cabeça até eu botá-lo para fora.

Ainda na terça-feira de manhã, mandei uma mensagem para a Raquel:

"Não sei se agradeço ou se xingo Deus".

Ela só me respondeu:

"Não xingue".
Lilith, eu tirei a cortina para lavar, e não para você ficar pulando em cima das argolas. =]
Eu sei, claro que não deveria xingar. No fim, eu sei que foi melhor assim.
Mas a terça-feira foi um dia difícil. A quarta-feira, primeiro dia oficial, foi pior ainda. O que dizer, então, da primeira sexta-feira, principalmente uma sexta-feira em que a Adália vem limpar a casa?
Como ignorar o barulho do aspirador e não pensar, pelo menos pensar, em levantar para ver onde você está e se você está bem?
Como não olhar para a Adália e já imaginar ela perguntando: "A pretinha está aí?"

Eu não sei porque tanto medo do aspirador, mas lembrando de como você era assustadinha (devia na praça, como dizia a Tia Maluca), temer o aspirador era perfeitamente compreensível.
A primeira vez que percebemos isso foi quando você estava na varanda e eu entrei com o aspirador... você começou a se jogar na porta de vidro, com tanta força, que não sei como não quebrou.
Depois você saía correndo para se esconder em qualquer buraco. Ainda bem que as janelas têm telas (colocadas antes mesmo de virmos para cá), senão você teria se jogado, tenho certeza.
Ainda assim quase aconteceu o pior. Acho que você tentou passar com tela e tudo, e acabou com a cabeça presa na tela. Quando vimos, você estava meio pendurada. Quando encostei em você, você tomou um susto, parecia meio desmaiada. Cortamos a tela e tiramos você de lá. Estava bem, mas assustada.
Você nunca gostou de colo, mas ficou quietinha enquanto eu te abraçava e chorava.

A partir daí passamos a ter regras para o uso do aspirador:
- Antes de ligar o aspirador, veja onde a Lilith está;
- Se ela estiver no quarto, feche a porta e a janela;
- Se ela estiver na sala, coloque-a no quarto e feche a porta e a janela.
- Se ela estiver embaixo da pia da cozinha, feche a porta e a janela.
- Quando for passar no meu quarto, coloque-a no quarto da mamãe e feche a porta e a janela.

Eu não poderia deixar de pensar nisso na primeira sexta-feira sem você, muito menos na primeira sexta-feira em que a Adália vem. Não poderia deixar de pensar em você ao lembrar do aspirador.
Eu acho que não deveria nem queria escrever isso. Não quero chorar nem ficar triste, ainda mais perto do Gwidion.

Mas se é para lembrar de você, principalmente no nosso dia a dia... eu não posso, de jeito nenhum, ficar triste.
Não posso, de jeito nenhum, ficar triste ao lembrar da pessoinha felina que me fez tão feliz nos últimos 10 anos. Não posso, de jeito nenhum, ficar triste ao lembrar de alguém que só me fez sorrir.
Que a partir de agora, toda e qualquer lembrança sua só me faça sorrir. E que eu possa ajudar aqueles que amam você tanto quanto eu, e que eles também possam sorrir sempre que se lembrarem de você, porque foi isso que você deu a todos nós durante toda a sua vida: motivos para sorrir, para ser feliz e para acreditar que a vida pode até ter momentos difíceis, mas ainda assim vale a pena.
Dia das Mães se passa com a Mamãe. =]
Ai, Titia Maluca fica me agarrando. =]
Vovô nem se mexe para não atrapalhar o Pepeto. =]
Peraí, Vovó, deixa eu ver o que é isso aqui. =]
Esse menino não me deixa quieta. =]
Esse meu irmão... me dá um trabalho. =]
Com amor, 
Mamãe, Titia Maluca, Vovô, Vovó, Miguel e Gwidion

10 comentários:

  1. Linda sua gatinha. Eu digo que nunca mais vou amar um gato ou um cachorro depois que os meus sumiram, eu tinha amor incondicional por eles, e todos os dias antes de dormir eu choro lembrando deles.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sumiram?
      Em breve quero adotar mais 2, meu Gwidion, irmão da Lilith, está muito triste.

      Excluir
  2. A saudade infelizmente nunca passa Re...=(
    Que bom que vocês tem o Gwidion para aplacar a dor da bendita saudade.
    Bjs
    Gi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele está muito triste, Gi. Em breve queremos mais dois, na esperança q ele aceite.

      Excluir
  3. aooown ... outros amores virão
    pra fazer a vida de vcs ainda mais feliz ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dias difíceis, Fany. Não há nada aqui q não nos faça lembrar dela. Bjs

      Excluir
  4. Nós, e nossas histórias com os felinos... mts coisas no dia a dia tb me faz lembrar da minha gatinha Vicki. Quando escutava o barulho do portão sempre esperava a gente abrir a porta sentada no braço no sofá ou em cima da televisão, ficava agarrando as pernas da gente pedindo comida, toda vez que chegava da rua pulava a janela miando querendo anunciar sua chegada, gostava de dormir só o bolinho comigo, corria de um lado a outro da casa me chamando pra brincar de caçadora, onde eu sempre era a presa, o sofá da casa era dela, ficava tão espaçosa que praticamente expulsava a gente do sofá... agora ficou só o vazio, a saudade, e as lembranças...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha agora q lembrei tb... eles ouviam o barulho do elevador q a gente não ouvia e ficava sentados esperando quem abriria a porta. rs
      E sim, nas brincadeiras, a gente era presa da Lilith tb. =]
      Q deliciosas lembranças. Bjs

      Excluir
  5. Só quem é mãe de um bichinho sabe o que você está sentindo... e eu me lembro de ter dito que nunca mais queria sentir isso de novo, até conhecer o Bingo, meu atual companheiro.

    Hoje, entendo que apesar de a dor da saudade ser incurável, a alegria que eles nos proporcionam enquanto presentes, é insuperável! E não consigo viver sem eles!

    Fique com as lembranças felizes, a saudade imensa e a certeza de que você também a fez muito feliz!

    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Dri. É um momento absurdamente ruim... mas nada é maior do q a alegria e o amor q eles nos dão. Bjs

      Excluir