Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

terça-feira, 12 de setembro de 2017

A fila anda... de livros!


"Escrevo porque é algo que me completa".
Stephen King


E o livro da vez foi esse... mais um do meu querido. ❤

Em "SOBRE A ESCRITA", Stephen King fala sobre o trabalho de escrever... o trabalho, a arte, o ofício, e mais tantos outros adjetivos que não passam pela minha cabeça agora.

Pra mim, Regiane, 36, que aprendi a ler antes de entrar na escola e queria caderno e lápis antes de saber escrever... é uma necessidade. Eu tenho que!
Quando eu falo que as palavras martelam a minha cabeça, não é em nenhum sentido poético.
Eu literalmente sinto uma agonia na cabeça com palavras que ficam querendo sair.
Eu não tenho como explicar e não sei quantas pessoas poderiam me entender (mas Hemingway me entenderia), então não vou falar sobre isso.


Eu não sabia, mas esse livro foi começado antes do acidente e terminado depois, durante sua recuperação.

Eu adorei esse livro!
Como leitora, como fã e como pessoa que gosta de escrever.

Há algum tempo eu tenho ideias para uma tatuagem que simbolize minha necessidade e meu amor por escrever (e ler também, acaba ficando vinculado uma coisa com a outra).
Eu sempre achei que seria uma frase do meu querido, mas quando eu li nos agradecimentos finais de "O OCEANO NO FIM DO CAMINHO" (Neil Gaiman), a seguinte frase...

"Em Sarasota, na Flórida, Stephen King me lembrou da alegria de só escrever, todos os dias. 
As palavras salvam a nossa vida, às vezes".

... tive certeza!

Foi em "SOBRE A ESCRITA" que eu achei as frases que me explicam, além da frase do Hemingway (que eu tenho que ter em mim também, embora não saiba onde).

"A escrita não é a vida, mas acho que, algumas vezes, pode ser um caminho de volta a ela".
Stephen King


"A escrita não é para fazer dinheiro, ficar famoso, transar ou fazer amigos. 
No fim das contas, a escrita é para enriquecer a vida daqueles que leem seu trabalho, e também para enriquecer a sua vida.
A escrita serve para despertar, melhorar e superar.
Para ficar feliz, ok? Ficar feliz".
Stephen King

Essa última citação só não vai para minha pele porque acho que não tenho lugar para ela, mas ela é uma das minhas "respostas curtas", além do "porque eu preciso", quando me perguntam por que eu escrevo ou por que as pessoas escrevem.

"Para ficar feliz, ok? Ficar feliz".

Uma vez me falaram que as pessoas escrevem porque têm esperança de que algum dia alguém leia.
E eu automaticamente disse:

Não! Eu escrevo porque eu preciso.
(Se fosse assim, as pessoas não esconderiam seus diários, e teria muito mais "desabafos" na internet do que se tem hoje.)

Hemingway me entenderia
Sem mais... Incandesçam!🌹

❤ 🌹 ✏ 📖 🎼 🎻 📚 🍫 ❤

domingo, 10 de setembro de 2017

Tem que ter química!


"Só amor não basta, tem que ter tesão também.
Só tesão não basta, tem que ter química também".

#RHA🌹
#Regianices
#OvelhasIncandescentes🐑


Lembra quando eu falei que não basta ter tesão?
Então, tem que ter química também.

Tesão é quando você sente aquela "coisa" pela pessoa.
Química é quando aquela "coisa" que você sente combina com a "coisa" que a outra pessoa sente por você.


E quando combina, ótimo, você vai saber.
Quando não combina... bom, você vai saber também.
Porque você beija, beija, beija... e parece que não aconteceu nada.
O negócio entra e sai, entra e sai, entra e sai... e parece que não aconteceu nada porque, na verdade, você não sentiu nada.

É decepcionante, eu sei.
Você gostou da pessoa, até sentiu tesão, mas... na hora ali... não foi aquilo que você esperava.

Aí você não se conforma que não foi legal como deveria ser e insiste.
Mesmo com a falta de química (e isso não tem nada a ver com "gostar", você pode gostar muito e ainda assim não sentir química nenhuma com a pessoa), você insiste, insiste, insiste... e eu não sei o que é pior.
Insistir numa coisa que você já sabe que não vai ser aquilo que deveria ser ou aceitar que... desiste, não tem pegada, não tem química... não tem.

Foi das coisas mais tristes pra mim quando eu descobri que só amor não bastava, tinha que ter tesão também.
E foi ainda pior quando eu descobri que só o tesão não bastava, tinha que ter química também.

Eu também já insisti numa situação dessas... só que eu insisti por anos.
E eu também não sei o que é pior.
Insistir num desafio já perdido ou aceitar que ele já estava perdido.

Mas eu sei que é das coisas mais difíceis, aceitar que não dá certo e parar de insistir.
Porque você quer que aconteça, você quer que dê certo... mesmo sabendo que a chance de dar ruim é muito maior.
Você quer insistir até a coisa dar certo!

Acho que não tem uma escolha menos pior.
Mas tem uma frase de um livro do Stephen King (MONTADO NA BALA / RIDING THE BULLET), que eu penso de vez em quando... quando a situação (ou as situações) não está do jeito que eu quero, mas eu não tenho como mudar.


Incandesçam!

❤ 🌹 ✏ 📖 🎼 🎻 📚 🍫 ❤

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

E eu estou com sono...


E essa geração do desinteresse?
Do "demora pra responder porque assim a outra pessoa vai ver como você é difícil e vai te valorizar"?

Jura que você acha que assim é que é legal?
Tudo bem, é um direito seu.
E eu confesso que já pensei assim também... eu era uma "aborrescente" e me achava muito esperta.
Mas aí eu cresci, minha cabeça mudou... e eu dou graças a Deus por isso.

Olha, eu não acho legal fingir desinteresse quando, na verdade, eu estou interessada.

Não acho legal fingir que não me importo quando, na verdade, eu me importo.

Acho ridículo fingir que não sinto nada quando, na verdade, eu sinto.

Qual o problema em ser de verdade?
Você gosta quando mentem pra você?
Você gosta quando fingem pra você?

Eu não gosto.

E se uma pessoa demonstra que não está interessada em mim, que não se importa ou não faz questão de me dar alguma atenção ou reciprocidade (eu disse "alguma" e "reciprocidade", não disse "atenção única e exclusiva e vamos casar"), eu não vou continuar interessada nem vou ficar dando atenção pra essa pessoa.

Se você demonstra que não se importa, por que você acha que a outra pessoa deveria?

Se você demonstra que não está nem aí, por que você acha que a outra pessoa deveria estar?

Se a pessoa demonstra que não quer nada comigo, é isso que eu vou aceitar.

E se ela demonstra uma coisa que não é porque acha legal mostrar uma coisa e ser outra, acha legal ignorar quando se quer alguma atenção (pra pessoa te dar valor, né?! Abraça!), eu é que não quero nada com ela.

Não tive saco nem com a minha adolescência, piorou com a dos outros.

Incandesçam!

❤ 🌹 ✏ 📖 🎼 🎻 📚 🍫 ❤

domingo, 3 de setembro de 2017

Precisamos falar sobre o orgasmo feminino!


Matéria do dia 30/08/17, e sabe o que descobriram? O que é melhor pra fazer a mulher alcançar o orgasmo?

Estimular o clitóris!

Jura que descobriram isso esse ano?

Há um ano eu ouvi: "Quem é que não sabe que precisa mexer no clitóris pra chegar ao orgasmo?"
E eu respondi que tem, sim, quem não saiba disso.

A matéria ainda fala que X% dos homens acredita que só a penetração é o suficiente pra mulher ter um orgasmo.

E esse é o problema.
Não! Só enfiar e tirar o pau não é o suficiente, a menos que a mulher seja a abençoada que tem um Orgasmo Vaginal, aí sim, depende só do "enfiar e tirar".

Mas a maioria das mulheres têm o Orgasmo Clitoriano, provocado pela estimulação do clitóris, e a maioria dos homens (calma, machos, eu falei "a maioria", não falei que são todos) não sabem disso.

E muitos dos que não sabem, não sabem porque não se interessam em saber do que a mulher gosta, se está bom, o que ela prefere, o que ela precisa, etc.
Pra piorar, não dão importância para as preliminares, porque eles não precisam muito disso, então, não sabem como é importante para as mulheres (para a maioria, mas não para todas, é verdade).

E pra piorar mais ainda, acham que é só ter um pau grande, tirar, colocar, repetir e pronto... Pica das galáxias!

Vou falar de novo:
NÃO ESTOU FALANDO QUE TODOS OS HOMENS SÃO ASSIM, SÃO IGUAIS, NÃO PRESTAM, SÃO INSENSÍVEIS, ETC.
NÃO ESTOU FALANDO MAL DE HOMEM.

MAS... estou falando de uma coisa que acontece e acontece com qualquer um.
E a melhor forma de resolver e melhorar é falar abertamente sobre isso.

Conversem, falem do que gostam, se interessem em saber se a outra pessoa está gostando e deem abertura pra que ela fale ou faça (ou te ajude a fazer) o que ela gosta (isso vale para os dois, porque tem que ser bom para os dois).

Sem vergonha, sem medo de ser feliz.
E se alguém estiver com vergonha de falar sobre o assunto, respira fundo e vai com vergonha, mesmo, que depois passa.

O que não pode é se contentar com uma coisa que não está boa como deveria estar.

❤ 🌹 ✏ 📖 🎼 🎻 📚 🍬 ❤

sábado, 12 de agosto de 2017

Só uma palavrinha...


Eu postei essa imagem no facebook do blog em 01/08/17, antes eu já tinha postado no instagram com outro texto.

Foi uma colocação muito boa naquele momento e acaba sendo agora também.
Acho muito válido colocar aqui, nesse lugar que é meu e que é um dos depósitos das palavras que brigam no meu cérebro até saírem escritas.

Escrevi o que deveria escrever (como sempre faço), o que queria sair pra fora do cérebro.

E não foi direcionado a ninguém específico, como muita coisa que escrevo não é.
E se for, eu realmente não sei, porque a minha "agonia cerebral" é escrever, eu só preciso colocar pra fora, o universo que se encarregue de levar pra onde e pra quem quiser.

No mesmo dia soube que me bloquearam no instagram.
Não sabia quem era e nem me importava, afinal, eu também bloqueio quem eu quiser e pronto.
Mas passou um nome pela minha cabeça e eu quis confirmar que ele não passou à toa. 
Lembra do vídeo sobre sexto sentido? Então, isso acontece e às vezes é engraçado.
E eu, que já passei pela parte chata, achei que seria bom me divertir com isso também.

Não sei desde quando estou bloqueada, mas acho engraçado que quando eu, supostamente, deveria ser bloqueada, não era.
E quando eu, supostamente, tinha motivos pra olhar o perfil, não olhava muito.
E eu digo "muito" porque é claro que eu olhei, eu "precisava de mais dados pra uma estimativa" e tinha que confirmar o que eu achava.

Mas senta aí que eu vou te contar uma coisa... Eu não olhei muito, não. 
Foram só algumas vezes, pra eu ter certeza que era aquilo mesmo, e só.

Depois de muito tempo fui olhar de novo, porque me falaram uma coisa e, bem, a curiosidade falou alto e a internet está aí pra ser usada.
E de novo, pra ver se era aquilo mesmo, e só.

Fora confirmar o que eu achava, esse perfil não me interessava nem me interessa em nada.
Se eu não olhei muitas vezes antes, quando eu era "autorizada", menos ainda seria agora.

Porque, de verdade, nunca xinguei (acredite se quiser) nem tive problemas (nenhum) com esse perfil.
O meu problema, mesmo, foi com o outro lado, o lado que me devia uma explicação.
E até isso... Já foi resolvido há algum tempo. 🙏❤️

E é por essas e outras que as palavras me martelam até escrever cada uma delas pra fora, e isso não depende de mim.

🐑Ernest Hemingway me entenderia.
E Stephen King (#AmoMuito❤️) também.

Incandesçam🌹

#RHA
#Regianices
#OvelhasIncandescentes
🐑www.ovelhasincandescentes.blogspot.com
❤ 🌹 ✏ 📖 🎼 🎻 📚 🍬 ❤